.:Matheus com H│Blog: Janeiro 2014

14 janeiro 2014

FIC e Museu Abílio Barreto

O FIC (Festival Internacional de Corais) em Belo Horizonte é o festival no qual corais de todo o Brasil e de fora se apresentam. Ele acontece todo ano. Como eu já me apresentei nele dois anos seguidos (2011/12), eu fui assistir. Não faço mais parte do coral. O último festival aconteceu no Museu Abílio Barreto um local aqui em BH pelo qual tenho uma certa afinidade. É um museu, mas não é museu qualquer. É um museu que remete os tempos antigos de Belo Horizonte. Ou como eu gosto de dizer, os tempos Vintage. Eu amo minha cidade mais que qualquer outra e morro de saudade daquilo que não vivi. (Só olhar o layout do blog que isso se torna perceptível).  


Há um bonde no museu que acho fascinante! Fiquei bastante tentado a entrar de novo nele (entrei há anos atrás, nem sei quantos. Arrisco dizer que eu tinha cerca de 4 ou 5 anos, só me lembro da professora - do infantil - me xingando, obviamente não podia entrar no trem - naquela época pra mim era um simples trem, sou suspeito pra falar isso, afinal sou mineiro!). Andar de bonde é uma das minhas 101 coisas. 


A foto acima provavelmente expõe o conceito de beleza da época. Mulheres magras, da pele alva, olhos negros, cabelos ondulados e escuros. Nariz e rosto fino e pescoço relativamente alongado.


Foto do melhor coral que se apresentou, na minha opinião. Com direito a bailarina e tudo. Fiz parte desse coral e até gravamos um CD em 2012, que recebeu o nome de "Canto e Encanto", para comemorar os 50 anos do Colégio Santa Doroteia - BH. Foi uma experiência realmente incrível, afinal a música é sempre bem vinda na minha vida. 

Pessoas que desejam conhecer Belo Horizonte realmente, devem passar por esse museu, que além de ser um dos cartões postais da cidade, guarda grandes e essenciais histórias do lindo lugar que é a capital mineira. Espero que tenham gostado e que fiquem instigados a conhecer Beagá

Tiê pra deixar tudo mais calmo e bonito


11 janeiro 2014

Quê? Já passou das 7?

Ainda estou de férias. Parei pra pensar se fiz tudo o que tinha pra fazer antes começar o meu 2º ano. Acho que não. Bom, o fato é que dezembro já passou, 2014 entrou e hoje são 11, eu acordei às 19:27 de hoje, quando comecei a escrever esta postagem. Não estive literalmente dormindo, mas fiquei o dia inteiro jogado no sofá assistindo a filmes que nem são tão bons assim. O horário de verão é uma loucura, a gente acha que está cedo, quando está tarde, e quase 9 horas da noite o final do horizonte ainda está azul claro, escurecendo.


Mesmo um pouco tarde, agradeço por não ter me dado conta somente no dia 2 de fevereiro, uma dia antes da volta às aulas. Acho que tenho que aproveitar o tempo restante, pois, sinceramente, não posso recuperar o perdido. Ontem foi, amanhã virá, por isso mesmo vou andar de patins amanhã, se tudo der certo, hoje acabo de ler "O Cálice de Fogo" e volto a escrever no Livro dos pensamentos, pra não falar que é um diário, pois não é. 




Vou aproveitar esses 20 dias - ou quase isso - que faltam para procurar alguns amigos que não vejo há algum tempo, tocar muito violão e ser feliz. É verão, o sol vai embora mais tarde e a vida continua, quero aproveitar o que ainda não foi aproveitado. Aproveite também!


Música da Rebecca Ferguson para alegrar o ar. 


Images retiradas do WeHeartIt