.:Matheus com H│Blog: Agosto 2017

01 agosto 2017

花火


Guardei alguns segredos numa caixa de fósforo e tive um presságio, um dia acenderei fogos de artifício com eles. Eu tive ser bom o suficiente pra estar ali e você também, ironicamente foi um belo presente a mim cedido por algo que eu chamo de conspirações universais. Sem nem precisar de muito, eu já queria ser um pequeno irmão e ter um grande irmão, mas ligados por algo que não fosse puramente biológico. Te encontrei em vários lugares talvez, mas somente dessa vez eu pude saber de você. Não é como se eu pensasse cem por cento do tempo, somos divididos por algumas dezenas e centenas de quilômetros, mas ao menos sei que você está por aí, em algum lugar vivendo a vida. Incrivelmente, um belo dia, ou hoje, umas emoções de um jovem rapaz atravessa os anos e aflora agora num protótipo de homem, que sou eu, de repente me recordo daquele emaranhado de emoções e inquietações que tive algumas vezes ao pensar que você ia estar só alguns metros de mim quase o tempo todo, talvez a só um metro, talvez só a uns centímetros, talvez e nenhum centímetro. Eu poderia te abraçar de novo, tão forte, só pra fingir que eu não morasse em Minas e você em Goiás, mesmo que só por alguns segundos e depois tivesse que dar um tchau ou um até mais. Outrora eu quis tanto e tanto que um desejo tão bobinho foi concebido, além disso eu pude ser seu amigo e certamente isso entra nas minhas memórias mais felizes. Espero um dia dirigir até sua porta e te dar um oi.
Palavras de amor de um amigo,
Matheus.