.:Matheus com H│Blog: A gente andava bem distante

20 fevereiro 2012

A gente andava bem distante


A gente andava bem distante
Era bem matinal
Com o coração, a esperança
De chegar antes do Natal
Este, a gente esperava um ano
Até que chegasse
Tem sentido de bem longe
Assim como quando
A gente andava bem distante

Mamãezinha dizia que bizinha dizia
Que para tudo e todo mundo há de ter
Sua primeira hora
Pois bem, de fato, tal fato aconteceu
Eis que tive minha primeira hora
A gente andava bem distante

Antes de brincar de esconde-esconde,
Ficar apertadinha e depois voar pra longe
Mamãezinha me salvava.
Eu brincava “cons” meninos
E voltava molhadinha, molhadinha
Mamãezinha me enxugava
“Esse suco salgado antes de lhe molhar
era ouro”

Abria minha boquinha e me jogava ouro

A gente andava bem distante
Na volta, na tardinha
O “antes ouro” me molhava
Mamãezinha já havia voado
Só me restava fazer, o fiz

Abri a minha boquinha e me joguei  ouro

“Menina, não faz isso, não!
Que isso é ouro no sertão”

Pus-me a chorar
Vovozinha me chamou a atenção.

A gente andava bem distante

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei!!! Está lindo o poema, Matheus! SHOW!!!

rozha29 disse...

Adorei!! Parabens continue assim Matheus

Matheus Marlley disse...

rozha29 disse...
Adorei!! Parabens continue assim Matheus
---------------------------
Muito obrigado, minha flor, eu acho que esse foi o melhor que eu fiz. Abraços!